PM acaba festa de facção no Itaperi e prende 23 pessoas em flagrante

Após cercar o local, a PM prendeu 12 mulheres e 11 homens, entre as 70 pessoas que estavam no local

Vinte e três pessoas – sendo 12 mulheres e 11 homens – foram presas em flagrante durante a realização de uma festa temática clandestina organizada por uma facção criminosa em um condomínio residencial no bairro Itaperi, na zona Sul de Fortaleza, durante o fim de semana  de semana. A Polícia Militar recebeu a denúncia da realização da festa e cercou o local com várias patrulhas do Policiamento Ostensivo  Geral (POG), com o apoio de equipes do Comando de Policiamento de Rondas Intensivas e Ostensivas (CPRaio).

De acordo com as autoridades, as 23 pessoas foram autuadas por desobediência ao decreto  do governo do estado do Ceará, que trata das medidas sanitárias contra a pandemia da Covid-19. Também foram indiciadas por violação ao artigo 288 do Código Penal Brasileiro que prevê o crime de associação criminosa (formação de quadrilha).

O enquadramento dos presos  pelo delito de associação criminosa segue uma recomendação que o Ministério Público do Estado do Ceará fez à Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), na última sexta-feira (5).

Presos

Foram autuadas em flagrante as seguintes mulheres: Adriana Rufino dos Santos  Silva, 49; Andreza Silva dos Santos, 23 (com passagem por desacato ); Elaine Soares da Silva, 51; Francisca Jéssica Rodrigues da Silva, 26 (com passagem por posse de drogas); Jadeline Silva, 24 (com antecedentes criminais por roubo); Jardele de Menezes Silva; Juliana Castro de Melo, 25 (com duas passagens por roubo, lesão corporal, ameaça e posse de drogas); Maria Lenice Arcanjo de Sousa, 32 (com antecedentes por receptação); Paula Oliveira Araújo, 24; Rochelle Silva, 34; Talita Freire Duarte, 25; e Thaís Cristina dos Santos Mateus, 20.

Também foram presos e autuados em flagrante: Carlos Charles Freitas Ribeiro, 19; Carlos Gabriel João de Lima, 21; Cleves Felipe do Carmo Neto, 26; Izaquiel da Silva Ferreira, 25;  Natanael dos Santos Silva, 24 (com passagens por roubo e tráfico de drogas);  Paulo Júnior Rodrigues Araujo,21;  Paulo Vitor Silva Paiva, 19; Pedro Andre da Silva Martins, 28;  Robson dos Santos Reis,32; Welberson Silva Pinto, 27 (com antecedente criminal por homicídio),  e Johnn Wallef de Araújo Gomes, 27 (com dois antecedentes por roubo uma por receptação e outra por tráfico de drogas).  Johnn Wallef também vai responder por tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *