Hayarla Mirley, Ana Beatriz, Hércules Moreira e Ana Patrícia Paes: todos mortos no desastre
O caminhão desgovernado tombou sobre o Ethios, matando cinco dos quatro ocupantes

Autoridades identificaram os quatro mortos em um grave acidente de trânsito ocorrido na madrugada do último domingo (20), na BR-116, no Município de Jaguaribe (a 300Km de Fortaleza), quando um veículo de passeio foi atingido por uma carreta. Dos cinco ocupantes do automóvel, quatro morreram esmagados nas ferragens. Uma quinta pessoa foi retirada dos destroços do carro e levada para um hospital da região, em estado considerado grave.

A mulher dona e condutora do veículo era a engenheira civil, Hayarla Mirley Matias de Sousa. Além dela, morreram também no acidente o casal de namorados Ana Patrícia Paes da Silva, professora, e Hércules de Sousa Moreira; e uma amiga deles, Ana Beatriz de Almeida Ricarte.  A psicóloga Rebeca Maria de Sousa, sobrevivente, foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Jaguaribe, e, posteriormente, transferida para Fortaleza.

As cinco pessoas trafegavam em um veículo modelo Ethios e seguiam de Juazeiro do Norte em direção à Capital. O desastre aconteceu nas proximidades da via de acesso ao Lixão de Jaguaribe, na localidade conhecida como Alto da Lagoinha.

Causas

Os quatro corpos foram encaminhados para o Núcleo Regional da Perícia Forense (Pefoce) da Cidade de Russas,onde passaram por exames de necropsia durante todo o domingo e foram, posteriormente, liberados para sepultamento.

As causas do desastre ainda deverão ser formalizadas em laudo a ser elaborado pela Pefoce. No entanto, o motorista do caminhão informou que, ao se aproximar do trecho onde ocorreu o desastre avistou um caminhão de lixo na pista, parado e sem a devida sinalização. Ao desviar do caminhão, acabou capotando e virando sobre o veículo de passeio já foram da pista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *