Corpo de mulher morta a tiros é achado amordaçado debaixo de um viaduto

A mulher estava bem vestida, mas a Polícia não conseguiu identificá-la
Policiais militares isolaram o local até a chegada da Perícia Forense e do DHPP

Uma mulher – ainda não identificada – foi assassinada a tiros e o corpo deixado amarrado e amordaçado pelos assassinos debaixo de um viaduto,  na região do Grande Mondubim, na zona Sul de Fortaleza, na manhã desta quinta-feira (23). A Polícia Militar foi acionada por populares que encontraram o cadáver  por volta de 8 horas. Ninguém, porém, deu detalhes de como o corpo  foi “desovado” no local.

A mulher estava bem vestida, mas não portava nem bolsa ou documentos, o que levou a Polícia a levantar a hipótese de um caso de latrocínio (roubo seguido de morte), embora não tenha descartado um caso de seqüestro ou rapto e execução sumária.

De acordo com a Polícia, a vítima apresentava vários tiros, um deles no abdome. A vítima vestia uma calça preta e uma blusa estampada.

Policiais do DHPP e equipe da Perícia Forense estiveram no local do crime em busca de pistas e tentam localizar câmeras que possam ter filmado a ação  criminosa e fuga dos assassinos. O corpo da mulher foi encaminhado à  Coordenadoria de Medicinal Legal (Comel), da Pefoce.

Crime também na Beira-Mar

Um homem foi assassinado, na manhã desta quinta-feira (23) em plena Avenida Beira-Mar, um dos principais cartões-postais de Fortaleza. O assassinato aconteceu no Mercado dos Peixes, no bairro Mucuripe (Zona Leste da Capital), tendo como vítima o vendedor ambulante Francisco Davi Bezerra do Nascimento, 24 anos.

De acordo com as informações da Polícia Militar, o rapaz foi ao local deixar o pai, mas acabou sendo atacado e morto a tiros por um homem que teria inimizade com pai e filho por conta de negócios. O pai iria conversar com o criminoso e acabou presenciando o filho ser assassinado.

A Polícia descobriu, ainda, que a vítima havia provocado um incêndio criminoso na casa do autor do crime, o que caracterizou um assassinato por vingança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *